Capa  |  Memória  |  Estatuto (PDF)  |  Diretoria  |  Oficinas de sócios  |  Notícias  |  Fotos  | Sócios  |  Associe-se       

Notícias

Cadê o lobo?

Ana Mello

Betina Borne, Carmen Eunice da Silva , Luiz Leite, e Rejane Michel tem uma estreita convivência, desde 2002, quando se conheceram no atelier Livre da Prefeitura. “Atelier 402” surgiu do interesse desses quatro artistas em discutir seus trabalhos no meu atelier,  (apartamento 402) durante alguns meses de 2010.  Mas o que une estes desenhos, pinturas, esculturas e fotografias?

Carmen e Betina se interessam pelo registro da natureza. Rejane documenta o problema das bocas de lobo em Porto Alegre.

Luiz recicla materiais e faz do lixo urbano matéria prima de sua produção.Em relação à temática, percebe-se, no conjunto, um nítido confronto entre a exuberância vegetal e a frieza do asfalto urbano. 

O grupo propõe um olhar estético e crítico sobre a paisagem como um lugar fragmentado:  árvores podadas, lixo nas ruas, o conflito crescente entre natureza e concreto. A presença simbólica do lobo, que se esconde na floresta, nos remete aos medos da infância,

quando a noite e o vento transformavam a paisagem em mistério e o lobo era sempre uma ameaça.

 Teresa Poester

 

 

Fonte: Luiz Paulo Faccioli


Site elaborado pela metamorfose agência digital - sites para escritores